terça-feira, 7 de setembro de 2010

Artigo.

Uma música, vários nomes.


por Marlon Marques.


















Segundo o judaísmo – através da Cabalá, em três frases contidas no livro de Êxodo, escritas com 72 letras, estão ocultos os 72 nomes com os quais Deus se manifesta. Uma pessoa também pode ter vários nomes, basta ver o nome completo do imperador D. Pedro I – 14 nomes mais ou menos. Porque com uma música poderia ser diferente? Ainda mais se tratando de uma música sobre Deus. Com a intenção de renovarem seus cultos e conseqüentemente o séquito de fiéis, as igrejas evangélica e católica, passaram a adotar a música pop como forma de louvor. A música sempre fez parte do corpo das igrejas – do Canto Gregoriano à Harpa Cristã, porém as tradições não necessariamente agradam as novas gerações. Os jovens estavam abandonando as igrejas, já não achavam mais interessantes os cultos tradicionais, e principalmente as músicas tradicionais. É dentro desse escopo que surge o fenômeno dos padres cantores (Padres Antônio Maria, Marcelo Rossi e Fábio) e dos pop stars evangélicos (Aline Barros e Cassiane). Esse fenômeno se expandiu tanto, que o último grande hit radiofônico nacional – considerada a música de 2009, foi “Faz Um Milagre em Mim” do evangélico Régis Danese. A música foi cantada por multidões, emocionando tanto anônimos quanto famosos no país inteiro. Seu autor – Régis Danese, apareceu e se tornou figura fácil em programas de auditório. A música se tornou também um fenômeno, pois toda hora tocava nas rádios, na TV e invadiu os e-mails em mensagens automáticas e pop up´s. Analisando-a, percebesse que não se trata de nada muito elaborado, até porque são as coisas simples (mas sinceras) que mais agradam a Deus. A letra é curta, mas segue um método pop, pois têm forte apelo emocional, ritmo de FM e principalmente um refrão fácil de cantar e pegajoso. A letra fala de uma entrega total aos ensinamentos de Cristo – “largo tudo pra te seguir” – como na parábola do homem rico, e do reconhecimento da pequenez humano frente a Deus e de como só Deus é que pode mudar a vida das pessoas – “faz um milagre em mim”. Esse “entra na minha casa”, pode ser interpretado tanto como a presença de Deus na residência (casa), como a aceitação via batismo – já que em algumas interpretações, o corpo é o templo, a morada (casa) do espírito. O protagonista espelhasse em Zaqueu, homem de baixa estatura que precisou subir em uma árvore (um sicômorofigueira) para ver Jesus passar em meio à multidão. Jesus vendo Zaqueu em cima da árvore diz que irá repousar na casa em sua casa. Isso liga-se também com a passagem de Apocalipse 3:20: “eis que estou à porta e bato, se alguém ouvir minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo”. Esse subir alto e chamar atenção, são como um clamor pela misericórdia de Deus – o Deus amoroso do Novo Testamento, aquele que está com as portas sempre abertas para os arrependidos, aqueles dispostos a aprender a serem santos – “me ensina a ter santidade”. Tanto a mensagem, quanto a letra, quanto à canção como um todo realmente são muito belas, porém gerou um fenômeno interessante: cada pessoa passou a chamar à música a seu jeito e quase sempre não acertando o nome original da canção. Dos diversos nomes que circulam pela internet e pela boca do povo estão: “Entra na Minha Casa” – “Entra na Minha Vida” – “Como Zaqueu” – “Quero Subir” – “Eu preciso de Ti” – “Porque o Senhor é o meu Bem Maior” – “Mexe com minha Estrutura” – entre outros. As pessoas identificavam a música apenas por algum trecho mais marcante ou significativo para elas, dando assim a uma única música vários nomes. Inclusive numa rádio aconteceu isso. Uma ouvinte ligou para pedir a canção, conversou um pouco com o apresentador do programa, mandou beijos e na hora de pedir a música ela disse: - “eu quero a “Entra na minha Casa”. O apresentador riu e a corrigiu no ar anunciando a canção por seu nome correto. Só que no final tanto faz como as pessoas chamem a canção, o importante é a absorção da mensagem e o quanto a canção as toca. Seja como for, a Cabalá diz que há vários nomes para designar a Deus, e nesse caso há várias formas para louvar a Deus com a música “Faz Um Milagre em Mim” – ou qualquer uma das suas 7 ou mais variantes.


__________________________________________



































__________________________________________





















__________________________________________



Faz Um Milagre em Mim.

(Régis Danese/Gabriela)

Como Zaqueu
Eu quero subir
O mais alto que eu puder
Só pra te ver
Olhar para Ti
E chamar sua atenção para mim.
Eu preciso de Ti, Senhor
eu preciso de Ti, Oh! Pai
Sou pequeno demais
Me dá a Tua Paz
Largo tudo pra te seguir.

Entra na minha casa
Entra na minha vida
Mexe com minha estrutura
Sara todas as feridas
Me ensina a ter Santidade
Quero amar somente a Ti,
Porque o Senhor é o meu bem maior,
Faz um Milagre em mim.








__________________________________________



















.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Páginas visitadas

Melhores Postagens